Arquivo da tag: usabilidade

Sete princípios para deixar seu site mais atraente

hfi-7principles

A Dr. Susan Weinschenk, chefe de UX strategy da Human Factors International fez um ótimo vídeo demonstrando as principais características para deixar seu site mais atraente e engajar seus usuários. Segundo ela, os 7 princípios são:

1. Se as pessoas tem muitas escolhas para fazer, elas acabam não escolhendo nenhuma. Limite o número de escolha somente com as opções mais importantes.

2. Validação Social. Usuários gostam de ler recomendações especialmente se forem feitas por usuários conhecidos. Avaliações e recomendações são bons recursos para justificar a compra de um produto.

3. Principio de Escassez. Produtos com pouca liquidez tendem a ser mais valiosos. Usuários não querem deixar de comprar sabendo que o produto está prestes a se esgotar.

4. Comida, Sexo e Perigo. Somos sensíveis a tópicos relacionados a comida, sexo e perigo. Analogias com essas palavras podem criar situações para incentivar uma ação.

5. O poder dos rostos. Segundo a autora, nosso cérebro é predisposto a prestar atenção a rostos. É recomendado colocar fotos de pessoas com olhares alegres que influenciam na decisão dos usuários.

6. Conte uma história. Quem não gosta de ouvir uma história? Procure influenciar seus usuários descrevendo seus produtos ou soluções utilizando histórias.

7. Comprometimento. Pergunte para as pessoas se comprometerem a tomar pequenas ações. Aos poucos, eles acabam crescendo e se tornando mais fieis ao seu site.

Veja o vídeo da autora abaixo:

Avalie sua equipe técnica realizando o Joel Test

write-read-review

O Joel Test foi criado por Joel Spolsky para identificar a qualidade de uma equipe de desenvolvimento. O Joel Test vem sendo usados em sites de emprego onde empresas publicam sua nota para que os futuros colaboradores tomem conhecimento da estrutura e metodologia adotada dentro da empresa.

Um fator interessante do teste é que demora menos de 1 minuto para avaliar uma empresa com 12 questões estilo sim ou não. As questões são:

  1. Você utiliza source control?
  2. Você consegue realizar uma compilação em apenas um passo?
  3. Você compila diariamente?
  4. Você tem um log de erros?
  5. Você conserta problemas antes de programar novo código?
  6. Você tem um cronograma atualizado diariamente?
  7. Você tem especificações técnicas?
  8. Os programadores tem um ambiente calmo e silencioso para trabalhar?
  9. Você utiliza as melhores ferramentas do mercado?
  10. Você tem testadores?
  11. Os candidatos a vagas de emprego programam durante a entrevista?
  12. Você conduz “testes de usabilidade no corredor” ou “hallway usability testing?

Um resultado de 12 pontos significa perfeição, 11 tolerável, inferior a 11 e você tem sérios problemas. Segundo Joel, a maioria das organizações pontuam entre 2 ou 3 e precisam de ajuda imediata porque empresas como Microsoft e Google pontuam 12 a todo instante.

Qual é o resultado da sua empresa? Deixe seu comentário.

Saiba mais sobre o Joel Test.

Testes de Usabilidade Remoto vs Testes em Laboratório para Leigos

Atualmente, o conceito usabilidade tem se expandido expressivamente devido aos visíveis benefícios oferecidos como: testagem rápida, identificação de falhas, coleta de opiniões, insights para novos recursos, testar concorrentes e por ai vai. Com base em nossa experiência, vamos explicar a diferença entre testes realizados remotamente e testes realizados em laboratório.

Geralmente, testes de usabilidade remoto são conduzidos no local onde o testador reside, ao contrário dos testes em laboratório, que são conduzidos em um ambiente monitorado por especialistas.

Sob o ponto de vista do cliente que precisa obter informações imparciais sobre seu sistema e decidir entre um método ou outro, testes de usabilidade em laboratório oferecem os seguintes prós e contras:

Prós:

  1. O teste pode ser conduzido em ambiente específico, o que auxilia na captação e monitoração do participante.
  2. O teste pode ser adaptado as condições específicas de cada cliente.
  3. Ajuda especializada.
  4. Monitoramento das expressões faciais dos participantes.
  5. Segurança dos resultados.

Contras:

  1. Alto custo devido os diversos elementos para elaboração do teste.
  2. Processo demorado por necessitar da presença física do participante.
  3. Filtragem limitada a participantes da região, selecionados de acordo com exigências do recrutador.
  4. Elaboração semi-automática dos resultados.
  5. Ambiente monitorado, podendo ocasionar opiniões parciais.

Segue abaixo um vídeo mostrando como testes de usabilidade em laboratórios funcionam:

 

Testes de usabilidade remotos por outro lado, oferecem os seguintes prós e contras:

Prós

  1. Testagem rápida. Se o ciclo de desenvolvimento de sistemas requer agilidade, testes remotos podem ser realizados online, geralmente em questão de poucas horas.
  2. Redução de custos. Como os teste são realizados remotamente, não é necessário uma estrutura física ou monitoramento do participante.
  3. Facilidade de acesso aos participantes, permitindo recrutamento global ou nacional, seguindo os critérios do recrutador.
  4. Resultados podem ser distribuídos facilmente.
  5. Comodidade para participantes e recrutadores.

Contras:

  1. Por se tratar de um teste remoto, as informações contidas no resultado podem ser comprometidas.
  2. Impossibilidade de captar expressões físicas.

Concluindo, ambos métodos devem ser considerados para aprimoramento de interfaces e sistemas em geral. Lembrando que testes em laboratório são mais demorados e custosos, embora ofereça segurança e auxilio especializado. Por outro lado, testes remotos oferecem melhor custo-benefício e devem ser utilizados quando o orçamento e tempo é escasso ou um número de participantes e maior abrangência são necessários.

Segue abaixo um vídeo mostrando como testes de usabilidade remotos funcionam:

Detran deixa a desejar

Pelo tamanho desse link do detran, podemos ter uma ideia do trabalho que teremos para renovar uma cnh. Fica a dica para o detran compactar os urls utilizando ferramentas como o bit.ly.

http://www.detran.sp.gov.br/wps/portal/detran/cidadao/carteiramotorista/sa-renovacao/3df5a127-f313-4add-b10c-c806b77a0740/!ut/p/b1/vZPJjptAEIafZR5ghoJmPYJZjcGYzcAFgVlMG7xhm-
Xp45EyUhJlOSSTrlNLX9Un9d9FJEREJMfs0dTZrTkds_b9nrApRYMnSKQI4IM
KhmIiO_ApABqeQPwtoJEhgGG5gbsBGcBEf9lP_ql_S0Q4JiW5N2pFCZ2BMQZv
Gd6dIONeqfA0hnVtOTp_aopBQNxUnZlkdi9TqHexGyo3v5K8UVWy_mJuNGOY
RIVsMtys2mXGblRNz7EW2fwy2q3GKvaEkuNp1onVJGeyhYydwr4LUtUY83Y
f6oyN_UMkXCVrnsi03B3TnTPGZTTVLy_EkkiavHsbdt0bvAkUhXieZ1iBR
TxCNBHiHS0cemOQxagGroaw3vcF3i89p-IPdIuU_oYXg4lGcOS2ddmyXY1doe
5URuWDzD2htJBv9kPis_zUZ9TZ7C9qlffKNrU8r6tVldczpqfusA2C3A4tLV
-dOi2mYjq4G5VSyB26ptGoFeMMSC8Fp1e53L9N1AN5eAQNdLHhR7TYTLKD
xGl9oDeH5HjR9wwe6XQpLdoV17h0iUTT3NtNvFLHRvUw65PPxCJdKF_p
h_6Y9HJ4vsWWSL6P9Se_5vcA-RWAXxwRiPgJcCn6mLCG9wmy7whL1oW
1DIRPRECnHp7OxnyYXTy7a8-3bVveTCTA_Axzawet5RWqbWHXIA8UZ
cnSysKFY8sisgrZKUI3kESx2lqT_aOQtxThKWRUU3AcB
Az6bOHaU8TnbgSMvthIJNDU_xaSny6UKQYMUqdMKeRIzf33Qls_dS
Vx7oLg0QkGZq4fRX8B82c8UA!!/dl4/d5/L2dBISEvZ0FBIS9nQSEh/