Quanto esse erro está custando ao site da Magazine Luiza?

Conduzimos um teste no site magazineluiza.com.br e com apenas 2 minutos, nos deparamos com Gaine & robes de mariée colonne3 falhas graves no processo de compras.

1. No formulário de cadastro, o botão “Cadastrar” não existe e o usuário desiste da compra. Observe no vídeo de 2 minutos abaixo:Robes de bal

Ou abaixo a imagem do cadastro sem o botão para continuar (clique para ampliar):

Magluiza

Mesmo se tratando de uma falha funcional, o Testaisso detectou o problema que sem sombra de dúvidas está gerando um prejuízo enorme a empresa.

2. A segunda falha é o tempo para consertar o defeito. O teste foi realizado no dia 15/02 e até agora 17/02, o problema ainda persiste. O tempo para descobrir esse tipo de problema deveria ser horas e não dias e para um e-commerce que funciona 24 horas, cada minuto perdido significa vendas perdidas.

3. Por último, concluímos que o responsável pelos testes deve ter utilizado um monitor de alta resolução para testar o sistema de checkout pois quando ampliamos a tela do navegador o botão “Cadastrar” aparece novamente conforme a imagem abaixo (clique para ampliar). Ou seja, o terceiro problema foi a falta de equipamentos adequados para testes.

Cadastro-MagLuiza2

Agora como detectamos esse problema?

1. Receber um email do usuário. Tarefa difícil. O usuário simplesmente vai para outro site pois quer comprar na hora e não aguardar a solução.

2. A equipe técnica deve estar antenada com suas métricas e notar que a conversão de pedidos está abaixo do normal para o período. Se o problema depender do navegador, deve ficar ainda mais fácil a detecção pois o navegador problemático ira apresentar uma % de conversão inferior.

3. Elaborar um teste de usabilidade no Testaisso a cada nova versão. A opção mais rápida, eficiente e econômica para detectar essa falha pois a equipe técnica poderia ter consertado esse problema antes mesmo do sistema entrar em produção. Além disso, não precisaríamos do analista de business inteligence pois o erro não seria detectado em suas ferramentas de análise. Por fim, o usuário teria uma experiência agradável e não teria que sobrecarregar a equipe de atendimento com um defeito que não deveria constar no sistema.

Obviamente, a equipe do site foi notificada pelo Testaisso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× 2 = oito