Arquivo mensais:março 2013

Sete princípios para deixar seu site mais atraente

hfi-7principles

A Dr. Susan Weinschenk, chefe de UX strategy da Human Factors International fez um ótimo vídeo demonstrando as principais características para deixar seu site mais atraente e engajar seus usuários. Segundo ela, os 7 princípios são:

1. Se as pessoas tem muitas escolhas para fazer, elas acabam não escolhendo nenhuma. Limite o número de escolha somente com as opções mais importantes.

2. Validação Social. Usuários gostam de ler recomendações especialmente se forem feitas por usuários conhecidos. Avaliações e recomendações são bons recursos para justificar a compra de um produto.

3. Principio de Escassez. Produtos com pouca liquidez tendem a ser mais valiosos. Usuários não querem deixar de comprar sabendo que o produto está prestes a se esgotar.

4. Comida, Sexo e Perigo. Somos sensíveis a tópicos relacionados a comida, sexo e perigo. Analogias com essas palavras podem criar situações para incentivar uma ação.

5. O poder dos rostos. Segundo a autora, nosso cérebro é predisposto a prestar atenção a rostos. É recomendado colocar fotos de pessoas com olhares alegres que influenciam na decisão dos usuários.

6. Conte uma história. Quem não gosta de ouvir uma história? Procure influenciar seus usuários descrevendo seus produtos ou soluções utilizando histórias.

7. Comprometimento. Pergunte para as pessoas se comprometerem a tomar pequenas ações. Aos poucos, eles acabam crescendo e se tornando mais fieis ao seu site.

Veja o vídeo da autora abaixo:

Avalie sua equipe técnica realizando o Joel Test

write-read-review

O Joel Test foi criado por Joel Spolsky para identificar a qualidade de uma equipe de desenvolvimento. O Joel Test vem sendo usados em sites de emprego onde empresas publicam sua nota para que os futuros colaboradores tomem conhecimento da estrutura e metodologia adotada dentro da empresa.

Um fator interessante do teste é que demora menos de 1 minuto para avaliar uma empresa com 12 questões estilo sim ou não. As questões são:

  1. Você utiliza source control?
  2. Você consegue realizar uma compilação em apenas um passo?
  3. Você compila diariamente?
  4. Você tem um log de erros?
  5. Você conserta problemas antes de programar novo código?
  6. Você tem um cronograma atualizado diariamente?
  7. Você tem especificações técnicas?
  8. Os programadores tem um ambiente calmo e silencioso para trabalhar?
  9. Você utiliza as melhores ferramentas do mercado?
  10. Você tem testadores?
  11. Os candidatos a vagas de emprego programam durante a entrevista?
  12. Você conduz “testes de usabilidade no corredor” ou “hallway usability testing?

Um resultado de 12 pontos significa perfeição, 11 tolerável, inferior a 11 e você tem sérios problemas. Segundo Joel, a maioria das organizações pontuam entre 2 ou 3 e precisam de ajuda imediata porque empresas como Microsoft e Google pontuam 12 a todo instante.

Qual é o resultado da sua empresa? Deixe seu comentário.

Saiba mais sobre o Joel Test.