Arquivo mensais:janeiro 2013

Boas práticas para elaborar um ótimo teste de usabilidade remoto

O principal objetivo de um teste de usabilidade é descobrir como seu público alvo utiliza seu sistema a fim de melhorar a experiência do usuário e fazer com que ele tenha uma experiência amigável e agradável. Neste post, vamos dar algumas dicas de como criar um teste de usabilidade online através do site Testaisso.

1. Determine o objetivo do seu teste e seu público alvo. Por exemplo: coletar feedback, validar um conceito, detectar falhas, comparar o sistema com o da concorrência, convencer a equipe, elaborar uma proposta comercial ou até mesmo testar um protótipo. Feito isso, também precisamos testar o sistema com as pessoas relacionadas ao seu negócio. Defina e filtre seu público alvo por faixa etária, profissão, estado civil, escolaridade, classe econômica, gênero e filtre ainda mais com uma condição especial como “Você deve ter filhos” ou “Você precisa ter feito uma compra online nos últimos 3 meses.”

2. Prepare um teste que tenha um cenário interessante. Por exemplo, ao invés de criar um cenário escrevendo “Você precisa comprar seguro de vida”, escreva “Sua vida é muito importante e sua família depende de você. Você precisa adquirir um seguro de vida para protegê-los” Crie uma história interessante para que o participante se sinta envolvido.

3. Não se esqueça de perguntar para o participante se o conteúdo do seu sistema está adequado e de fácil entendimento. Não adianta o sistema ter inúmeros recursos, se a pessoa não consegue nem entender o que ele faz e para que serve. Solicite ao participante que navegue brevemente pelo sistema para descobrir se o conteúdo está claro.

4. Não facilite o trabalho do participante. Você quer saber se o participante consegue executar as tarefas naturalmente. Quando criar suas tarefas, não explique exatamente como chegar até uma certa página ou seção do seu aplicativo. Ao invés de escrever “clique no link máquinas de lavar no menu superior e siga para página da marca Brastemp”, escreva “procure por uma máquina de lavar que você gostaria de comprar”. Outra dica: não revele o produto. Por exemplo: Você tem 200 livros que precisam ser organizados e armazenados. Procure um produto para organizá-los. Será que vão buscar por prateleira, caixa, organizadores? O segredo é não dizer para o participante exatamente o que fazer, mas também não deve criar tarefas vagas que deixarão o participante sem saber o que fazer.

5. Faça o participante realizar as tarefas mais importantes do seu produto, as que geram o maior número de dúvidas, tarefas mais frequentes ou até mesmo testar 2 versões do produto. Não teste o que você já sabe que está com problemas ao não ser que queira justificar um investimento em melhoria mostrando o problema sob a ótica do usuário.

6. Ao final do teste, faça perguntas abertas. Pergunte para o participante o que achou da experiência e peça sugestões de melhorias. Deixe o participante livre para usar sua criatividade e falar à vontade e com espontaneidade.

7. Use palavras como “porque”, “onde”, “quando” e “o que” quando criar suas perguntas. Assim você conseguirá forçar o participante a elaborar melhor sua respostas, tanto no questionário, quanto no vídeo.

8. Faça um teste com duração média de uma visita ou uso. Se o usuário usa seu sistema por 10 minutos, não tem porque fazer um teste com duração de 1 hora. Ele ficará cansado, frustrado e certamente não vai contribuir com a naturalidade esperada. Se quiser testar muitos recursos, recomendamos que você divida o teste em etapas.

9. Faça o teste você mesmo ou faça um piloto com apenas um participante para verificar se as tarefas estão claras, se o protótipo ou link estão funcionando, se o cenário está claro e quanto tempo estão demorando para realizar as tarefas. O que você não quer fazer é contratar 10 participantes que não conseguem acessar o link ou realizar a tarefa chave porque não entendem o que deve ser feito. Você terá que arcar com os custos dos participantes. No Testaisso, você pode criar seu teste com 1 participante e eventualmente adicionar mais participantes.

Utilize todo o feedback coletado para implementar melhorias e investimentos.

Testes de Usabilidade Remoto vs Testes em Laboratório para Leigos

Atualmente, o conceito usabilidade tem se expandido expressivamente devido aos visíveis benefícios oferecidos como: testagem rápida, identificação de falhas, coleta de opiniões, insights para novos recursos, testar concorrentes e por ai vai. Com base em nossa experiência, vamos explicar a diferença entre testes realizados remotamente e testes realizados em laboratório.

Geralmente, testes de usabilidade remoto são conduzidos no local onde o testador reside, ao contrário dos testes em laboratório, que são conduzidos em um ambiente monitorado por especialistas.

Sob o ponto de vista do cliente que precisa obter informações imparciais sobre seu sistema e decidir entre um método ou outro, testes de usabilidade em laboratório oferecem os seguintes prós e contras:

Prós:

  1. O teste pode ser conduzido em ambiente específico, o que auxilia na captação e monitoração do participante.
  2. O teste pode ser adaptado as condições específicas de cada cliente.
  3. Ajuda especializada.
  4. Monitoramento das expressões faciais dos participantes.
  5. Segurança dos resultados.

Contras:

  1. Alto custo devido os diversos elementos para elaboração do teste.
  2. Processo demorado por necessitar da presença física do participante.
  3. Filtragem limitada a participantes da região, selecionados de acordo com exigências do recrutador.
  4. Elaboração semi-automática dos resultados.
  5. Ambiente monitorado, podendo ocasionar opiniões parciais.

Segue abaixo um vídeo mostrando como testes de usabilidade em laboratórios funcionam:

 

Testes de usabilidade remotos por outro lado, oferecem os seguintes prós e contras:

Prós

  1. Testagem rápida. Se o ciclo de desenvolvimento de sistemas requer agilidade, testes remotos podem ser realizados online, geralmente em questão de poucas horas.
  2. Redução de custos. Como os teste são realizados remotamente, não é necessário uma estrutura física ou monitoramento do participante.
  3. Facilidade de acesso aos participantes, permitindo recrutamento global ou nacional, seguindo os critérios do recrutador.
  4. Resultados podem ser distribuídos facilmente.
  5. Comodidade para participantes e recrutadores.

Contras:

  1. Por se tratar de um teste remoto, as informações contidas no resultado podem ser comprometidas.
  2. Impossibilidade de captar expressões físicas.

Concluindo, ambos métodos devem ser considerados para aprimoramento de interfaces e sistemas em geral. Lembrando que testes em laboratório são mais demorados e custosos, embora ofereça segurança e auxilio especializado. Por outro lado, testes remotos oferecem melhor custo-benefício e devem ser utilizados quando o orçamento e tempo é escasso ou um número de participantes e maior abrangência são necessários.

Segue abaixo um vídeo mostrando como testes de usabilidade remotos funcionam:

Detran deixa a desejar

Pelo tamanho desse link do detran, podemos ter uma ideia do trabalho que teremos para renovar uma cnh. Fica a dica para o detran compactar os urls utilizando ferramentas como o bit.ly.

http://www.detran.sp.gov.br/wps/portal/detran/cidadao/carteiramotorista/sa-renovacao/3df5a127-f313-4add-b10c-c806b77a0740/!ut/p/b1/vZPJjptAEIafZR5ghoJmPYJZjcGYzcAFgVlMG7xhm-
Xp45EyUhJlOSSTrlNLX9Un9d9FJEREJMfs0dTZrTkds_b9nrApRYMnSKQI4IM
KhmIiO_ApABqeQPwtoJEhgGG5gbsBGcBEf9lP_ql_S0Q4JiW5N2pFCZ2BMQZv
Gd6dIONeqfA0hnVtOTp_aopBQNxUnZlkdi9TqHexGyo3v5K8UVWy_mJuNGOY
RIVsMtys2mXGblRNz7EW2fwy2q3GKvaEkuNp1onVJGeyhYydwr4LUtUY83Y
f6oyN_UMkXCVrnsi03B3TnTPGZTTVLy_EkkiavHsbdt0bvAkUhXieZ1iBR
TxCNBHiHS0cemOQxagGroaw3vcF3i89p-IPdIuU_oYXg4lGcOS2ddmyXY1doe
5URuWDzD2htJBv9kPis_zUZ9TZ7C9qlffKNrU8r6tVldczpqfusA2C3A4tLV
-dOi2mYjq4G5VSyB26ptGoFeMMSC8Fp1e53L9N1AN5eAQNdLHhR7TYTLKD
xGl9oDeH5HjR9wwe6XQpLdoV17h0iUTT3NtNvFLHRvUw65PPxCJdKF_p
h_6Y9HJ4vsWWSL6P9Se_5vcA-RWAXxwRiPgJcCn6mLCG9wmy7whL1oW
1DIRPRECnHp7OxnyYXTy7a8-3bVveTCTA_Axzawet5RWqbWHXIA8UZ
cnSysKFY8sisgrZKUI3kESx2lqT_aOQtxThKWRUU3AcB
Az6bOHaU8TnbgSMvthIJNDU_xaSny6UKQYMUqdMKeRIzf33Qls_dS
Vx7oLg0QkGZq4fRX8B82c8UA!!/dl4/d5/L2dBISEvZ0FBIS9nQSEh/

Press release oficial do Testaisso

Press Release

São Paulo-Jan, 7, 2013 – Testaisso inaugura serviço de testes de usabilidade remoto sob encomenda

O site testaisso.com.br é a primeira ferramenta totalmente online de crowdsourcing do Brasil para realizar testes de usabilidade remoto sob encomenda. A partir de R$67,90, você descobre por meio de vídeo e questionário como internautas interagem com seu website ou aplicativo com inúmeras combinações de dispositivos e sistemas. O resultado, que fica pronto em questão de horas, justifica melhorias na experiência do usuário, valida ideias e resolve conflitos internos entre equipes, aumentando a produtividade e reduzindo custos em desenvolvimento e atendimento.

O serviço se destina a todos que precisam melhorar o desempenho de sites, aplicativos e campanhas publicitárias, incluindo startups, agências de marketing digital, desenvolvedores, arquitetos de informação, proprietários de sites, lojas virtuais, gerentes de produtos e especialistas em SEO.

“Estamos observando uma crescente fragmentação de dispositivos móveis e sistemas, tornando a tarefa de testar sites e apps muito complicada. Todos nós sabemos da importância de testar um sistema antes do lançamento, porém essa tarefa é pouco utilizada, pois não existe nenhuma ferramenta “self-service” tão fácil, rápida e econômica como o Testaisso. Utilizando o conceito de “crowdsourcing”, conseguimos trazer aos nossos clientes uma variedade de opiniões de usuários com características semelhantes ao público alvo desejado. Assim, nossos participantes encontram falhas técnicas e conceituais, que podem estar comprometendo a usabilidade do sistema.”

diz o fundador da empresa, Thiago Ghilardi.

“Com o Testaisso, você vê, lê e escuta o que usuários anônimos pensam. Essa informação é muito valiosa e geralmente pega de surpresa os olhos viciados dos desenvolvedores que estão acostumados com o sistema. Outro fator importante do Testaisso, é que nossos testadores independentes são remunerados por cada teste, avaliados pelos nossos clientes e trazem opiniões imparciais, visto que não conhecem o sistema a ser testado. O Testaisso foi feito para coletar opiniões conceituais e ouvir críticas construtivas com foco no usuário.”

Sobre o Testaisso

Fundado em 2013, o Testaisso tem como objetivo resolver um problema comum do dia a dia de empreendedores, desenvolvedores de sistemas e arquitetos de informação, que buscam aperfeiçoar seus produtos coletando opiniões baseadas na experiência do usuário.

O site da empresa pode ser encontrado através do endereço www.testaisso.com.br

Contato:

Bruno Nunes
pr – @ – testaisso.com.br

Testaisso – Usabilidade para Todos – Descubra como usuários interagem com seu site ou aplicativo a partir de R$67,90.